Um exemplo prático é o que ocorre na indústria de produção de insumos derivados do alumínio. De acordo com levantamento do IBGE, o índice de reciclagem de alumínio no Brasil, em 2011, foi de 98,3%.

Sua alta capacidade de regeneração propicia aos negócios do setor reduzir a compra de matéria-prima e reutilizar menor quantidade de outros recursos, como água e energia, visto que o material já foi transformado.

A construção civil é outro exemplo. Além da reutilização dos materiais descartados, há um menor gasto com aterros e transporte de resíduos. Ou seja, a indústria que oferece materiais ao setor consegue gerar outros produtos, até mais eficazes, com a aplicação do desenvolvimento de pesquisa. Fato que serve como base, inclusive, para a vantagem competitiva.

Como implementar a reciclagem na indústria?

Após ler as vantagens, provavelmente, você deve estar se perguntando como funciona a implementação.